top of page
Buscar
  • Foto do escritorLeticia Capuruco

Sua Psicóloga não é sua babá ...



Sua psicóloga não tem que te lembrar semanalmente do horário da sua sessão...


A terapia é um ambiente de aprendizagem e, como todo comportamento funcional, o paciente precisa encontrar meios de estar preparado para a sessão no horário e dia marcados.


Sua psicóloga não deveria precisar cobrar o valor das sessões constantemente .

Esquecimentos acontecem e é claro que existem exceções. Mas o ideal é que o paciente tenha sempre em mente que isso é da sua responsabilidade e que ele precisa arcar com esse compromisso. Terapia requer comprometimento de várias formas, inclusive financeiro .


Sua psicóloga não é obrigada a saber o que você quer abordar nas sessões . A pessoa mais interessada em trabalhar as suas questões é você ! Então é da sua responsabilidade anotar os acontecimentos bons ou não, da sua semana e trazer para a terapia .


A psicóloga não deveria desmarcar a sessão por você . Pode acontecer de algum dia você não estar a fim de participar da terapia, ou querer fazer qualquer outra coisa. Respeite o contrato com as regras de desmarcação . É seu dever avisar com antecedência sobre sua ausência .


A gente não tem que adivinhar se você ficou chateado na ultima sessão . A terapia é também para modular seus relacionamentos . Você não precisa ter medo de colocar sua insatisfação caso ela exista . Se você esconder o que te deixou incomodado vai ser muito difícil conseguir ter assertividade.


Sua psicóloga esta ali para te ajudar , e não para viver o processo por você .

Difícil ouvir isso, né? Mas é a verdade.


O objetivo aqui não é fazer com que você se sinta mal. Muito pelo contrário. Quero fazer com que você entenda a necessidade de você aprender a se autorresponsabilizar.


A terapia é um excelente canal para que você desenvolva autonomia e tenha em suas mãos o controle da sua vida. E você consegue isso se autorresponsabilizando. Uma aprendizagem que pode ser realizada em atitudes pequenas como as citadas acima .


Ninguém tem obrigação de construir ou facilitar (sempre) os seus caminhos.


Quando você decide assumir por inteiro a própria vida, você consegue ressignificar tudo o que ainda te prende na dependência do outro.

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page