top of page
Buscar
  • Foto do escritorLeticia Capuruco

Qual a diferença entre compulsão alimentar e comer exagerado?



A compulsão alimentar é um dos 3 transtornos alimentares (além da Anorexia e Bulimia) descritos no DSM- V (Manual Estatístico e Diagnóstico dos Transtornos Mentais). .

A compulsão alimentar geralmente envolve alimentos açucarados e gordurosos porque esses alimentos ativam uma alta resposta dopaminérgica (neurotransmissor responsável pela sensação de prazer). Encontramos gratificação imediata quando comemos um brigadeiro, chocolate, sorvete ou pizza.

Ninguém busca conforto emocional em uma maçã!

E qual a diferença entre compulsão alimentar e comer exagerado?

Comer exagerado é quando você vai no rodízio de pizza com seus amigos e come 7 fatias.Depois ainda toma um sorvete. Termina a noite bem cheia, mas feliz por ter se divertido e aproveitado com os amigos. Você nem lembra a última vez que uma situação assim aconteceu.

Já a compulsão alimentar é quando , por exemplo, você vai sozinha de noite na cozinha da sua casa, depois que todo mundo dormiu, come 5 barras de chocolate, 1 pote de sorvete de litro, 10 pacotes de biscoito. Acabou tudo do armário, você abre a geladeira e come feijão gelado, arroz gelado, macarrão e um resto de frango que está lá a mais de 1 semana. Termina a noite passando mal, com sentimento de falta de controle e muita culpa. Essa foi a 3ª vez que isso aconteceu essa semana. Vai pro quarto e chora até dormir.

A diferença sempre é frequência, intensidade e sofrimento clinicamente significativo.

Episódios de compulsão alimentar- esporádicos, não fecham os critérios para ser transtorno

Para ser transtorno da compulsão alimentar precisa ter episódios de compulsão frequentes. Ter intensidade e frequência suficiente para ser diagnosticado.

Os 2 são passíveis de tratamento com terapia cognitivo comportamental

23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page