top of page
Buscar
  • Foto do escritorLeticia Capuruco

O esporte deve melhorar a saúde mental e não quebrá-la.

Será que o esporte em nível olímpico, em alto nível, perdeu sua essência e transformou o atleta, tornando esse atleta o símbolo de um esporte e não mais o participante do esporte?



Quando essa linha é cruzada o atleta representa mais do que ele mesmo.


Como um símbolo, o atleta agora representa agentes, corporações, órgãos governamentais, empresas de marketing e patrocinadores e todas as SUAS agendas. Esse é um lugar perigoso para se estar.


Para mim, a essência do esporte é encontrarmos a nós mesmos. Aperfeiçoar habilidades.

Aprender como exercer o controle da emoções. Aceitar os altos e baixos que refletem a vida real. Aprender a superar contratempos, aceitar a vitória de forma humilde e a derrota como aprendizado.


Sempre achei que a essência do esporte é estabelecer metas e aprender como alcançá-las,

não importa o quão alto, difícil ou quanto tempo demore para chegar la .


Sempre acreditei que a essência do esporte é encontrar seus demônios, enfrentá-los e derrotá-los. Aprender como superar bloqueios mentais e derrotas debilitantes. Nos ensinar sobre nós mesmos e levar essas lições para a vida real.


Uma das maiores lições que o esporte nos ensina é como aprender a controlar nossa mente nos momentos de maior pressão. Para levar essas lições para a vida real, para que você possa lidar com questões reais, como divórcio, perda de emprego, doença e problemas financeiros.


Você não ganha no esporte tanto quanto ganha na vida.


Mas quando a plataforma dos esportes olímpicos e de elite se torna apenas mais um trabalho, ela perde sua essência e se move para um lugar totalmente diferente. Este é o precipício onde nos encontramos hoje.


São os órgãos dirigentes dos esportes, comissão técnica e treinadores que precisam proteger o atleta para que ele se concentre no desempenho e não no resultado; para prevenir problemas de saúde mental, apresentando o desenvolvimento e a resistência mental como um resultado saudável de participação e atenção plena nas competições.


Não devemos perder a essência do esporte e nenhum atleta deve se tornar um símbolo do esporte. Isso interrompe a progressão do aprendizado e coloca um fardo injusto sobre o indivíduo e, assim, estabelece as bases para problemas reais de saúde mental.


A essência do esporte é melhorar a saúde mental e não quebrá-la.

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page