top of page
Buscar
  • Foto do escritorLeticia Capuruco

Como os Treinadores e Pais podem ajudar os atletas lesionados


Os treinadores e pais que são sensíveis às questões do atleta lesionado ajudam a acelerar o processo de reabilitação e diminuir significativamente a angústia mental que o atleta deve enfrentar.


Quando os atletas se machucam, eles experimentam sensações de isolamento devido à sua incapacidade de participar da rotina esportiva e isso geralmente os leva ao estresse porque se preocupam em ser capazes de continuar alcançando o sucesso atlético.


Os atletas também podem sentir pressionados quando retornam à competição antes de se curar totalmente, e como resultado são incapazes de performar em seu nível ideal.



Para entender melhor o que acontece quando um atleta é mantido fora de ação devido a uma lesão, é importante examinar brevemente as três funções principais que o esporte desempenha na vida do atleta.



O primeiro deles é Sentido de Identidade

O esporte é quem o atleta é e o que ele faz! Com seu investimento e comprometimento de tempo, energia e dor ao longo dos anos, o esporte se torna parte integrante de quem o atleta é. É como ele se vê e como os outros o veem.


O segundo papel é que o esporte também é fonte de autoestima

Para a maioria dos atletas , o esporte fornece uma fonte contínua de reforço positivo e feedback. Há prazer e auto-satisfação em dominar novas habilidades, superando obstáculos cada vez mais desafiadores e ficando cada vez mais forte e melhor. Além disso, o reconhecimento externo de suas realizações por amigos, familiares e sua comunidade atiça o fogo da auto-estima . Fazer uma grande partida é fantástico e fornece evidências de que o trabalho duro está valendo a pena e que o atleta é “especial”.


E por ultimo, o esporte é uma maneira construtiva de lidar com o estresse

Muitos atletas descobrem o esporte oferece a eles uma maneira segura e construtiva de canalizar suas frustrações e agressões.



E como os treinadores podem ajudar no momento em que o atleta esta lesionado ? O treinador é frequentemente visto como o chefe da família atlética, fornecendo uma fonte primária de orientação e inspiração. Assim como um atleta olha para o técnico em busca de jogadas importantes em um jogo, ele agora pode olhar para o técnico em busca de orientação neste momento tão difícil.

Uma maneira que os treinadores podem ajudar os atletas a lidar com a frustração que pode acompanhar sua lesão é coloca-los em contato com outros atletas que tenham passado por uma lesão semelhante e podem compartilhar sua experiência sobre a dor, processo de reabilitação e eventual retorno à competição.

Deixe seu atleta saber que VOCÊ entende o que ELE esta sentindo e passando. Entenda de onde vêm sua raiva, frustração e decepção. NÃO espere que eles apenas “engulam” e “sejam fortes!” Em vez disso, deixe que eles expressem seus sentimentos sem se entregar à autopiedade. Uma das coisas mais poderosas que você pode fazer como treinador é se preocupar o suficiente com o seu jogador, de modo que você dedique um tempo para realmente entender o que ele está sentindo e pelo que está passando. Sua empatia e carinho genuínos contribuirão muito para fortalecer a relação técnico-atleta e ajudar no processo de cura.

Entenda que o atleta lesionado acaba de sofrer um grande golpe em seus sentimentos de autoestima e, portanto, está se sentindo bastante vulnerável. Deixe-o saber em AMBAS, as suas ações e palavras, que você ainda o valoriza como pessoa, NÃO apenas como atleta. Lembre-se de que é SUA responsabilidade alcançá-lo, não vice-versa. Você é o “adulto e profissional qualificado”. Muitos treinadores ignoram completamente o atleta lesionado, o que acaba destruindo sua já abalada autoestima.

Ajude o atleta lesionado a lutar contra seus sentimentos de inutilidade e confusão de papéis, dando-lhe outro papel na equipe. Atribuir responsabilidades ao atleta lesionado que o fará se sentir útil e valioso. Ajudar no scout, por exemplo....

Atente-se que o atleta lesionado pode ter algumas informações valiosas sobre o funcionamento interno da equipe. Utilize ativamente sua “expertise” nesta área. Faça com que ele se sinta importante e reforce que ele ainda têm um papel vital a desempenhar no time.

Não permita que o atleta se isole da equipe Insista para que o atleta continue a funcionar como parte importante da equipe. Escolha outros atletas para monitorar o envolvimento do atleta lesionado e intervir sempre que o atleta começar a se isolar. Conforme mencionado anteriormente, assuma a responsabilidade de orientar ativamente esse indivíduo. O treinador pode ter um impacto fortemente positivo sobre os sentimentos de inclusão do atleta lesionado. Esteja lá para ele e não permita que ele se afaste.

Deixe seu atleta saber que você se importa Aumente o contato e a comunicação com o atleta lesionado. Ligue para ele se eles não puderem comparecer ao treino. Se ele esta se recuperando de uma cirurgia, visite-o no hospital. Um pouco do seu tempo neste ponto do processo de recuperação ajudará muito a aliviar a dor emocional que o atleta está sentindo. Deixe o atleta lesionado saber que você espera que ele continue seu treinamento, por mais adaptado que seja. Quando possível, junto a equipe de fisioterapia , atribua a ele um exercício especial que se ajuste à limitação de sua lesão. Interesse-se pela sua recuperação e verifique regularmente como ele está evoluindo.


Se o atleta estiver deprimido (perdeu o interesse pelas atividades, mostra mudanças nos hábitos alimentares e de sono ), é extremamente importante que você o encaminhe para o psicólogo do esporte. Mostrar ao jogador que ele está apoiado emocionalmente, e ainda é importante para a equipe, irá ajudá-lo a estar melhor preparado mentalmente para uma reabilitação de sucesso.



15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page